12/09/2014

PERDIDOS

PERDIDOS




Sinto saudades
Ligo, não me atende
Lembro seu nome, sinto seu cheiro
Não pode se ligar a mim
Não sou conveniente...
Escolhi para ser o último
Deixa de lado um sentimento que incomoda
Mulheres, tem várias, transas, sexo, carne
Enquanto penso nele, oro por ele
Ele se ilude com o vazio, a futilidade
Deus não existe para ele, só o deus do ventre
Existe dor, morte, destruição, desespero...
A morte o cerca por todos os lados
A alma dele habito no escuro, em trevas
Raiva
, ira, perturbação constante
Tara sexual, pensa que o sexo resolve
Imagina o mundo através do pó
Não aceita a mão de Deus agir
Sabe que está perdido, não tem volta...
Está cansado de olhar para trás,
mas não olha para frente
Peço a Deus que olhe por ele e o salve.
Postar um comentário