12/09/2014

MADRUGADA

MADRUGADA

Madrugada de noite vazia,
vou levando minha vida vadia.
Madrugada de lágrimas, triste paixão,
vou levando minha vida nas cordas do violão.
Madrugada fria, de lua de prata,
vou levando minha vida enluarada.
Madrugada de vento, de chuva,
preenche a minha vida como a mão a luva.
Postar um comentário