11/10/2009

“Danese e a letra errada da história de Zaqueu” Escrito por Gláucia Carneiro

  _Danese, desce já daí, cabra! Eu te avisei pra não fazer esta música  com esta história de querer subir. _Tanto lugar pra você querer subir, foi subir logo na minha paciência.
_Desce daí cara, e me dá esse cd. Eu te avisei que ía reivindicar o meu direito autoral, pois a história é minha, seu infeliz;  a diferença não foi eu ter subido, sua anta, foi teu ter descido.
_Vamos fazer um negócio, você desce,  eu disse ao Senhor que eu daria aos pobres metade dos meus bens, e dei; e, se nalguma coisa tinha defraudado alguém, o restituíria quadruplicado, e restituí…
_Mas, tu, cabra safado, eu te avisei, que se usasse o meu nome pra fazer letra eu ía te dar umas 40 chibatadas e desce já pra apanhar.
_Zaqueu, moço, pensa, eu tava tão precisado de uns trocadozim. O que é só um pouquim pra quem já ganhou tanto como o meu senhor Zaqueu.
_É, você, fez o contrário do que fiz, fez pior, roubou meu nome e ainda fez letra errada da minha história, e agora  que eu tô transformado, não posso deixar passar batido uma estória mentirosa dessa que você está contando a meu respeito.
_Desce já para apanhar, é melhor levar 40 chibatadas, como está escrito no livro da lei do que pagar meu direito autoral, como está escrito no livro dos homens.
_Zaqueu, home, eu não acredito, tu alcançou perdão e não me perdoa.
_Danese, você virou ídolo, virou referência de letra errada, imagina um bocado de gente querendo repetir seu erro, fazer o mesmo que você fez. Eu tenho que te dar uma lição e que isso sirva de exemplo para outros tantos iguais a você que se chamam de levita, ficam levitando, subindo em árvore alheia, encrevendo letra errada da vida dos outros.
_Eu não, eu sou o Danese; você, Zaqueu só ficou conhecido graças a mim. Eu ganhei muito dinheiro e ainda tô ganhando, posso pagar o tal direito.
_Cabra, eu vou mandar cortar esse pe-de-pau com tu aí em cima, só pra ver a queda, desce enquanto tu pode, se não tu não vai descer, vai é cair, e que queda. Além da queda ainda vai me pagar meio milhão em dinheiro, por roubo da minha história, escrever letra errada dela e por perdas e danos que me causou.
_MEIO MILHÃO!!! Tudo isso, o Dr. adevogado disse que era só uma merreca.
_O seu Dr. adevogado, amigo daquela corja liderada pelo Macedão, já entrou no vôo fretado do TerraNostra acompanhando outros incrédulos iguais a você, que vivem por aí, levitando de igreja em igreja, pelo Brasil adentro.
_Sendo assim, eu vou descer, mas bate bem de levezinho, porque 40 é muita chibatada, e eu ainda tenho uma apresentação hoje mais tarde.
MORAL DA HISTÓRIA, HONORÁVEIS AMIGUINHOS, HÁ MOMENTOS NA VIDA QUE É MELHOR LEVAR UMAS CHIBATADAS, DO QUE PERDER MILHÕES DE MOEDAS GUARDADAS

Postar um comentário