31/08/2009

O HOMEM - O ÚNICO ANIMAL








O Único Animal

O homem é o único animal que ri dos outros.


O homem é o único animal que passa por outro e finge que não vê.

É o único que fala mais que o papagaio.

É o único que gosta de escargots (fora, claro, o escargot).

É o único que acha que Deus é parecido com ele.

E é o único...

...que se veste

...que veste os outros

...que despe os outros

...que faz o que gosta escondido

...que muda de cor quando se envergonha

...que se senta e cruza as pernas

...que sabe que vai morrer

...que pensa que é eterno

...que não tem uma linguagem comum a toda espécie

...que se tosa voluntariamente

...que lucra com os ovos dos outros

...que pensa que é anfíbio e morre afogado

...que tem bichos

...que joga no bicho

...que aposta nos outros

...que compra antenas

....que se compara com os outros.




O homem não é o único animal que alimenta e cuida das suas crias, mas é o único que depois usa isso para fazer chantagem emocional.

Não é o único que mata, mas é o único que vende a pele.

Não é o único que mata, mas é o único que manda matar.



E não é o único...

...que voa, mas é o único que paga para isso;

...que constrói casa, mas é o único que precisa de fechadura;

...que constrói casa, mas é o único que passa quinze anos pagando;

...que foge dos outros, mas é o único que chama isso de retirada estratégica;

...que trai, polui e aterroriza, mas é o único que se justifica;

...que engole sapo, mas é o único que não faz isso pelo valor nutritivo.



(...)

Luis Fernando Veríssimo

"Descoberta&Construção"
Tadeu Rossato Bisognin
Português 6ª série
Páginas 11/12
Ed.FTD 1994




Pitadinhas da Blogueira Gláucia Mami, é assim que a minha filha Gláucia me chama, e a minha filha Márcia Gizela:

O Luís Fernando Veríssimo foi um dos primeiros autores que aprendi a amar trabalhando os textos dele em sala de aula. Ensinei aos meus alunos com tanta paixão, que duvido que eles tenham se esquecido dele.

Ele nasceu em Porto Alegre/RS em 1936. Jornalista, publicitário, chargista, destaca-se por seus textos humorísticos. Publicou o romance "O Jardim do Diabo" e livros e crônicas, dentre os quais "O Popular", "O Rei do Rock", "A Velhinha de Taubaté". Colabora em várias revistas e jornais.

Dados sobre o ilustrador: Renato Canini é jornalista, cartunista, e argumentista de estórias em quadrinhos. Escreveu mais de 100 estórias para os Estúdios Disney e durante vários anos desenhou os quadrinhos do Zé Carioca. Publicou "Cadê a Graça Que Tava Aqui", e participou de várias antologias de humor, como "QI 14" e "Antologia Brasileira de Humor".
Postar um comentário